SOBRE SARCOPENIA


A sarcopenia caracteriza-se pela perda progressiva de massa muscular, conduzindo como consequência, a uma perda de força muscular e das capacidades funcionais. É uma condição crônica bastante comum na população idosa devido ao elevado nível de sedentarismo, com maior prevalência em mulheres.

O processo fisiológico do envelhecimento, geralmente inicia-se de forma mais marcante após a quarta e quinta década de vida.

Segundo o European Working Group on Sarcopenia in Older People a sarcopenia apresenta três estágios: pré-sarcopenia, quando há apenas redução da massa muscular; sarcopenia, quando está associada a redução da força muscular ou do desempenho físico; e a sarcopenia grave, caracterizada por alterações simultâneas de redução de massa magra, de força muscular e do desempenho físico.

Os fatores de risco associados ao desenvolvimento da sarcopenia são: idade; sedentarismo, subnutrição, alterações hormonais, hospitalizações prolongadas.

A prática de exercício físico deve ser a primeira solução quando o assunto é prevenir e tratar a sarcopenia. É recomendável a prescrição de treinos de força e resistência muscular, usando pesos e bandas elásticas, de modo a aumentar resistência muscular e contribuir funcionamento hormonal e para o sistema neuromuscular.

Outro aspeto bastante importante para prevenir e combater a sarcopenia é manter uma alimentação variada, rica em proteínas, vitaminas e minerais.

O ACSM (American College of Sports Medicine) recomenda a realização de treino de força duas a quatro vezes por semana, preferencialmente de intensidade baixa para iniciantes e progressivamente até atingir uma intensidade, moderada a vigorosa, até ser um praticante assíduo.


Autoria : Professor , João Duque


66 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo